Facebook 2018: sua empresa vai sumir do News Feed!

 

Facebook 2018: sua empresa vai sumir do News Feed!

Se você fosse um usuário comum do Facebook – aquele que acessa rede para se comunicar com amigos, familiares… Para saber da rotina dos vizinhos, eventos da semana ou apenas para stalkear a ex, provavelmente estaria se sentido insatisfeito com a quantidade de posts patrocinados que toda hora aparecem na time line.

 

Por estar lendo estes posts, você provavelmente está no Facebook para angariar leads, vender mais, promover sua marca e fazer branding e promover sua marca. O anuncio feito por Mark Zuckenberg, irá impactá-lo mais do que nunca.

 

O motivo da decisão radical.

Muitas reclamações foram feitas por usuários, que não conseguiam mais acompanhar e se conectar com amigos e familiares através do feed. Isso aconteceu, pois cada dia mais as marcas tomaram conta da rede social como um meio de expor seu lifestyle e produtos – o que acabou floodando

O news feed e o deixando com uma característica um tanto comercial. Com isso o post dos amigos fica perdido entre as marcas.

A decisão levou em, conta o principal propósito da rede social. Pois segundo Mark, a missão do Facebbok é aproximar o mundo e postagens de marcas não corroboram com isso.

Entenda as Principais Mudanças:

  • As páginas de empresas perderão seu alcance;
  • O tráfego por referências de páginas de empresas irá cair;
  • O tempo de visualização de vídeos postados em páginas comerciais diminuirá.

O impacto das diminuições estará diretamente relacionado ao tipo de conteúdo que cada página promove e o tipo de interação que esse conteúdo gera. Isso significa, que as páginas que criam conteúdos com os quais o seu público interage pouco ou raramente serão as mais afetadas nesse modo de distribuição. A idéia é que somente posts que geram interação entre amigos e familiares sejam menos afetados, pois este tipo de posts acaba se alinhando um pouco mais ao propósito da rede social.

 

Como a estratégia de Mark afeta sua estratégia de Rede Social

Conforme anunciado pelo CEO e fundador da empresa, todas as marcas são bem-vindas, mas terão um espaço próprio para publicações. Poderá ser feita uma nova aba chamada “Explore”, que vai separar posts de amigos e marcas e mídias.

Então se você está contando com as publicações na rede social mais popular do Brasil como parte de estratégia, saiba que o vento mudou e talvez este seja o momento ideal de reajustes as velas.

 

Como as marcas vão se comportar frente a mudança?

 

Não é de hoje que comentamos sobre a importância de ser independente de redes sociais como marca. Para isso é necessário que você se apresente para seu público adequadamente em mais de uma rede social e que você considere as redes sociais apenas como canais de interação e não sua fonte principal de marketing digital. Para esta função a dica são os sites.

Para começar a reajustar velas, considere:

  1. As redes sociais são como um terreno alugado: adianta construir um prédio inteiro em um terreno que não é seu? Não adianta! Oque acontece é que ele tem uma da boa localização para atrair pessoas para seu próprio terreno: seu site.
  2. A importância da autenticidade: mascas precisarão ser mais autenticas do que nunca, precisarão agregar um valor real e produzir um conteúdo muito original e atraente.
  3. Redes sociais são para socializar: use-as para realmente se comunicar com seu público e interagir com ele!
  4. Use o que aprendeu nas redes sociais para realmente se comunicar com seu público e interagir com ele!
  5. Mantenha seu blog atualizado! Cada vez mais ele será o primeiro ponto de contato do seu cliente com você em meio digital. Que primeira impressão você quer passar para seu futuro cliente?

 

Teremos mais qualidade e menos volume no Facebook. O jeito é oferecer aquilo que seu público realmente procura: histórias autenticas e interação com pessoas. Tudo que produzir em seu blog, precisa ser voltado de acordo com seu público alvo de acordo com o que você tem aprendido sobre interação. Por fim construa no terreno que é seu de verdade: seu site.  Seu próprio site sempre será seu principal canal de divulgação de seus produtos e serviços..

by Pedro Clivati | jan 12, 2018

fonte:  Contentools